Soja responsável: Primeiros agricultores familiares brasileiros obtêm certificação

O primeiro grupo de agricultores familiares na América Latina certificados por soja responsável pela Mesa Redonda sobre Soja Responsável (RTRS) estão localizados no sudoeste do estado do Paraná, Brasil. Os 163 pequenos agricultores vivem da agricultura de sistemas mistos, sendo que a soja é a principal cultura de rendimento.

soy_0

Solidaridad Network, Coopafi e Gebana Brasil são os principais parceiros deste projeto que confirma que os produtores de soja em pequena escala podem usufruir de benefícios ambientais, sociais e econômicos da produção responsável.

Os obstáculos à certificação enfrentados por esses pequenos produtores eram muitas vezes difíceis de superar, mas depois de cinco anos de trabalho duro, apoio eles se tornaram os primeiros agricultores familiares na América Latina a alcançar a certificação RTRS e o reconhecimento internacional. O processo começou com a definição de critérios anuais que cada produtor deveria cumprir, começando pelo básico, como:

  • Não desmatamento;
  • Ausência de trabalho escravo ou infantil;
  • Produção apenas de soja não-transgênica.

 

Durante os cinco anos em que se preparavam para alcançar requisitos de completa conformidade legal os produtores acabaram com o uso de uma série de pesticidas perigosos, protegendo matas ciliares e nascentes,  procederam com o registro correto dos insumos utilizados bem como obtiveram qualificação comprovada para operar máquinas. Embora alguns participantes abandonaram o projeto ao longo do caminho, a cada ano observou-se também novos agricultores juntarem-se ao processo de certificação.

Para mais informação: http://www.solidaridadnetwork.org/responsible-soy-first-brazilian-family-farmers-achieve-certification